Osmose Reversa

A osmose inversa ou osmose reversa é um processo de separação em que um solvente é separado de um soluto de baixa massa molecular por uma membrana anal ao solvente e impermeável ao soluto. Isso ocorre quando se aplica uma grande pressão sobre este meio aquoso, o que contraria o fluxo natural da osmose. Por essa razão o processo é denominado osmose reversa.


Em osmose inversa, as membranas retêm partículas cujo diâmetro varia entre 1 e 10 Å(2). As partículas retidas são solutos de baixa massa molecular como sais ou moléculas orgânicas simples.


A pressão osmótica das soluções é proporcional a concentração de soluto. Para que a produção de permeado seja razoável, a diferença de pressão hidrostática através da membrana tem que ser elevada, para água, varia entre 3 e 100 atm(2).


Os usos da osmose reversa são diversos, sempre relacionados à separação de ions. Dentre eles é possível citar:

outros processos, a membrana de Osmose Reversa pode reduzir a concentração de cloreto de sódio de 35.000mg/L para 350mg/L.

  • Irrigação: Um dos problemas da agricultura é a acumulação de sais no solo em

função da irrigação com água de rios ou poços. A partir de certo patamar os sais tornam-se nocivos às plantações. A Osmose Reversa é capaz de remover este excesso de sais de forma economicamente viável.

  • Alimentação de caldeiras: Caldeiras exigem água puríssima, pois a evaporação

da água causa a incrustração da superfície dos tubos pelos sólidos presentes na mesma, reduzindo a transferência de calor, aumentando o consumo de combustível e o risco de explosões. A osmose reversa, assim como a troca iônica, têm sido o tratamento mais utilizado nestes casos.

  • Produção de produtos químicos: Hospitais, conglomerados farmacêuticos e

laboratórios utilizam o processo de Osmose Reversa para garantira máxima pureza em seus produtos. Processos de hemodiálise são alimentados com água desmineralizada ou destilada.

  • Concentração de sucos, proteínas e vinho na indústria alimentícia.


Comparada ao processo de troca iônica, muito utilizado para a remoção de ions em águas industriais, a osmose reversa tem a vantagem de dispensar a etapa de regeneração, um processo que interrompe a produção e ao mesmo tempo consome uma grande quantidade de produtos químicas (ácidos e bases fortes). Como desvantagem existe a geração de um fluxo de rejeito, solução com elevadas concentrações de sais em volumes de até 50% da alimentação total.


 

NOSSOS MODELOS SÃO:

OR Portátil ECONOMIC 2521

OR Portátil  ECONOMIC 4021

OR Portátil  CLOSED 2521

OR Portátil  CLOSED 4021

OR Portátil  TPC com luz UV